Dicas de Alimentação para Emagrecer com Saúde

Dicas de Alimentação para Emagrecer com Saúde

“Você é o que você come”. Provavelmente você já ouviu essa frase antes em
um programa que tem o foco em emagrecer as pessoas ou inclusive, do seu
próprio nutricionista ou endocrinologista. O que essa frase diz é uma verdade,
mas são poucas pessoas que param para refletir sobre a mesma e até mesmo
sobre sua rotina de alimentação. Comece analisar. Como é sua alimentação
atualmente?
Infelizmente uma grande parcela da população continua mantendo a sua rotina
de alimentação de forma desregrada, isso significa que são poucas as pessoas a
qual analisam os alimentos que consomem e que priorizam versões naturais ao
invés dos alimentos industrializados. Analisando dessa forma, não é surpresa as
pessoas estarem acima do peso. Afinal, a frase que foi citada possui total razão.
Se você tem interesse e está pronto para fazer mudanças na sua alimentação,
e de certa forma, priorizar as refeições leves, basta conferir as dicas desse
artigo.

1 – Analise a sua alimentação atual e pontue os seus erros

Para começar com o pé direito a sua nova fase alimentar, será preciso ter
noção sobre os erros que costuma cometer quando o assunto é comer, por isso
que os primeiros passos rumo à alimentação saudável é analisar a sua rotina
alimentar atual. O objetivo é que consiga refletir sobre os seus erros, saber o
que precisa urgentemente ser mudado, para que assim, deixe os seus hábitos
ruins de lado.

2 – Aprenda como substituir os alimentos ruins, por versões saudáveis

Sabe aquele chocolate que você faz questão no final do dia ou o pão francês do
seu café da manhã? Acredite, existe alimentos que podem substitui-los sem
que causem problemas para a sua saúde. Por exemplo. O chocolate ao leite
comum pode ser substituído por chocolate amargo com maior percentagem de
cacau, e o pão pode ser substituído por versões integrais e até mesmo, por
uma tapioca.

3 – Encontre alimentos saudáveis para o seu cardápio diário

Muitas pessoas dizem que comida natural ou light, leve e assim em diante, não
tem sabor, o que não passa de um mito e preconceito. A indústria de alimentos
tem investido milhões na divulgação de alimentos saudáveis que podem não só
mudar a sua alimentação, como também a sua saúde e corpo. Portanto, inicie
a sua busca por alimentos saudáveis e que te ajudem criar um cardápio
saboroso.

4 – Elimine de seu cardápio todos os alimentos que são “ruins”

Não sabe o que seriam os alimentos ruins? Pois bem, as frituras, os embutidos,
os produtos industrializados, as bebidas alcoólicas, a maionese e entre outros a
qual devem ser eliminados por completo da sua rotina. Comece a preferir o
que é não apenas saudável, como também mais leve para o seu corpo, onde
consiga comer sem ficar com a sensação de corpo pesado, com dificuldade de
digestão.

5 – Procure se alimentar, ao menos, a cada três horas (intervalos)

A maioria dos nutricionistas indicam que o ideal para as pessoas que almejam a
perda de peso é, sem dúvidas, se alimentar de três em três horas. Mas
entenda, o alimentar a cada três horas não refere-se a refeições completas
como almoço e jantar, mas sim dividir as suas refeições em café da manhã,
lanche da manhã e assim em diante. Assim, você não passa fome e evita uma
compulsão alimentar.

6 – Varie no seu cardápio, não foque sempre no mesmo tipo de alimento

O erro de muitas pessoas diante da alimentação é focar sempre no mesmo tipo
de alimento. Entenda que o ideal é evitar a monotonia, para que não corra
risco de sofrer compulsão alimentar. Se deseja ter uma alimentação eficiente
para o seu objetivo de emagrecer, procure montar cardápio que variam os
alimentos e que, inclusive, possam fornecer refeições saborosos e que acabam
com a fome.

7 – Aposte em tudo que for natural, sem adição de agrotóxicos e outros

Priorizar alimentos orgânicos é a melhor forma de manter uma alimentação ao
qual seja mais leve e livre de substâncias prejudiciais ao seu corpo. Tente evitar
ao máximo os alimentos que possuam conservantes, agrotóxicos e entre outras
substâncias, pois as mesmas prejudicam o organismo, fazendo com que
execute suas funções de forma errônea até que prejudiquem por completo a
sua saúde.

8 – Aprenda outras formas saudáveis de preparo dos alimentos

Se você é apaixonado por batata frita, pode ser um grande sacrifício eliminar os
hábitos de ingeri-la no seu dia dia, mas para que consiga superar sua “perda”, é
crucial que comece a aprender outras formas de preparar os alimentos e que
se tornam tão saborosas quanto a fritura (além de mais saudáveis). Um

exemplo é própria batata assada, que é uma versão mais leve e que intensifica
o seu sabor.

9 – Não foque na quantidade do que você come, mas sim na qualidade

No caso da alimentação que visa a perda de peso, menos é sempre mais, e isso
porque mais vale ingerir um alimento com propriedade termogênica do que
um conjunto de outros alimentos que apenas vão te deixar cheio ao ponto de
evitar a compulsão alimentar. Um alimento termogênico faz com que o
metabolismo de seu corpo funcione rápido e queime calorias, por isso, aposte
em qualidade.

10 – Fuja de dietas milagrosas e prefira a reeducação alimentar

O erro das pessoas é focar apenas em dietas que prometem resultados que
são, de fato, milagrosos, ao invés de mudar a sua alimentação, priorizando
inclusive a reeducação alimentar. Com a reeducação você aprende a comer
para saciar a sua fome e principalmente, oferecer nutrientes ao corpo. Dessa
maneira, você tem capacidade suficiente para suprir todas as necessidades do
seu organismo.

Para que consiga alcançar uma mudança eficiente na sua alimentação, sem
que isso prejudique o seu corpo, consulte um nutricionista. Assim, juntos vocês
têm chances de mudar não apenas as suas refeições diárias preferindo
alimentos ao qual são leves e saudáveis, como também obter mudanças sobre
o seu corpo, e seja em relação ao aumento da sua saúde ou principalmente, na
perda de peso.

Deixe uma resposta

Fechar Menu